27 de setembro de 2010

Lurdes e Fátima e o conceito de multidão

O crítico e investigador Eduardo Cintra Torres acaba de publicar na revista canadiana Conserveries Mémorielles o texto "Zola, Lourdes and the New Religious Crowd in Ideological Debates in Portugal (1894-1932)".
Nele aborda o impacto do livro de Emile Zola sobre Lurdes no nosso país, nos finais do século XIX e nas primeiras décadas do séc. XX. Sustenta que "o desenvolvimento dos debates revela como os sectores católicos foram progresivamente incorporando a 'multidão' na renovação do Catolicismo, particularmente depois dos acontecimentos [das aparições] de Fátima de 1917, ainda que a burguesia liberal continuasse a rejeitar as massas".

22 de setembro de 2010

Boas-vindas

Mais um grupo de estudantes inicia hoje o estudo da História da Comunicação e dos Media na Universidade do Minho. Bem-vindos!
A todos eles o desejo de que este seja um espaço de descobertas e, tanto quanto possível, uma inspiração para compreender melhor o hoje e os grandes desafios da comunicação com que nos confrontamos, numa sociedade em rede e cada vez mais 'migrada' para o digital.

21 de setembro de 2010

Redacção do DN recriada para telefilme sobre a República











A informação é pubicada pelo próprio DN:
"Canais da estação pública prepararam vários programas de ficção histórica e documentários para assinalar as comemorações dos 100 anos da República. As primeiras estreias acontecem já na próxima segunda-feira, na RTP2. E uma passa pelo DN

Fundado em 1864, o Diário de Notícias tinha 46 anos quando aconteceu esta história. Um cometa e a Terra estavam em rota de colisão e a humanidade em risco. Para 18 de Maio de 1910 previa-se "a noite do fim do mundo", expressão que dá título a um dos quatro projectos com que a RTP1 assinala, em Outubro, o centenário da República.

O protagonista, interpretado por João Tempera, é, exactamente, um jornalista do DN, um jovem correspondente em Mirandela, que decide mudar-se para Lisboa para melhor acompanhar os 15 dias que antecedem a fatídica colisão. E é através dele que esta história nos dá a conhecer como era a sociedade portuguesa no início do século XX.

Uma das maiores dificuldades da Hop Produções foi a reconstituição de época. São raras as imagens do DN desse tempo. "Só há uma fotografia", diz Joaquim Fernandes, o homem que deu origem a A Noite do Fim do Mundo.

Durante meses analisou a imprensa portuguesa dos primeiros meses de 1910 e condensou as incidências mais dramáticas e pitorescas no livro Halley, o Cometa da República, que lançou em Maio. "Foi uma paixão fazê-lo", conta. Tão grande como fazer o documentário O Cometa da República, que se lhe seguiu na RTP2, e adaptá-lo ao pequeno ecrã.(...)"
Para continuar a ler: AQUI

2 de setembro de 2010

Cem grandes momentos do cinema

É uma lista construída por Roger Ebert, tão discutível como qualquer outra (os comentários do post onde foi publicada evidenciam isso bem), mas que merece ser consultada. Alguns exemplos:

full.My Darling Clementine C6s 14902 STL LB NM.jpg
  • Clark Gable in "Gone With the Wind": "Frankly, my dear, I don't give a damn."
  • Charlie Chaplin being recognized by the little blind girl in "City Lights."
  • The computer Hal 9000 reading lips, in "2001: a Space Odyssey."
  • Snow White kissing Dopey Bashful on the head.
  • John Wayne putting the reins in his mouth in "True Grit" and galloping across the mountain meadow, weapons in both hands.
  • Jimmy Stewart in "Vertigo," approaching Kim Novak across the room, realizing she embodies all of his obsessions - better than he knows.
  • The early film experiment proving that horses do sometimes have all four hoofs off the ground.
  • Gene Kelly singin' in the rain.
  • Samuel L. Jackson and John Travolta discuss what they call Quarter Pounders in France, in "Pulp Fiction."
wileecoyote.jpg
  • Marcello Mastroianni and Anita Ekberg wading in the fountain in "La Dolce Vita." The moment in Akira Kurosawa's "High and Low" when a millionaire discovers that it was not his son who was kidnapped, but his chauffeur's son - and then the eyes of the two fathers meet.
  • The distant sight of people appearing over the horizon at the end of "Schindler's List."
  • E.T. and friend riding their bicycle across the face of the moon.
  • "Wait a minute! Wait a minute! You ain't heard nothin' yet!" The first words heard in the first talkie, "The Jazz Singer," said by Al Jolson.
  • The baby carriage bouncing down the steps in Eisenstein's "Battleship Potemkin."
  • The peacock spreading its tail feathers in the snow, in Fellini's "Amarcord."
mitch.jpg
  • Robert Mitchum in "Night of the Hunter," with "LOVE" tattooed on the knuckles of one hand, and "HATE" on the other.
  • Joan Baez singing "Joe Hill" in "Woodstock."
  • Robert De Niro's transformation from sleek boxer to paunchy nightclub owner in "Raging Bull."
  • George C. Scott's speech about the enemy in "Patton:" "We're going to go through him like crap through a goose."
VER LISTA COMPLETA: AQUI.